Proibida a entrada de menores de 16 anos.

Proibida a entrada de
menores de 16 anos.

O que vai estar em alta na panificação em 2022

Após 2020 e 2021, anos em que a pandemia de Covid-19 afetou muito a sociedade e os negócios em geral, 2022 promete ser o ano em que as coisas voltam ao normal. Isso significa que é hora de respirar e entender as perspectivas do mercado da panificação e se planejar para o novo ano. Se você quer saber o que vai estar em alta no mercado da panificação em 2022, leia até o final

O que vai estar em alta na panificação em 2022

 

 

Por que estar atento?

O empreendedor precisa sempre se manter atualizado das tendências do mercado para inovar seus produtos e serviços, buscando atender às novas expectativas dos consumidores. Afinal, o mercado muda e o seu negócio precisa mudar junto com ele. Por mais que a panificação seja um mercado já bem estruturado e antigo, é preciso se atualizar e inserir coisas no seu negócio que agradem as novas visões dos clientes, como linguagem, delivery, parceria etc. Caso contrário, os novos modelos de empreendimento tomam o espaço daqueles que não se atualizam.

 

O que vai estar em alta?

Agora que você já sabe o porquê de estar atento aos novos panoramas e perspectivas da indústria, vamos conhecer as tendências desse setor para 2022!

 

Boa aparência

Você já deve ter escutado que nós comemos com os olhos, não é? Pois bem, é justamente por isso que a aparência não só dos alimentos, mas a do estabelecimento, pesam muito na decisão do consumidor. Além disso, a boa aparência está ligada à higiene do local, um local com má iluminação, produtos amontoados e pouco organizados de nada ajudam no seu negócio.

Para manter a boa aparência, a dica é se atentar à iluminação e a disposição dos produtos, pois a sua padaria não deve ser pensada como um local que o cliente apenas chega, compra e vai embora, mas sim como um ambiente agradável, acolhedor e com boa aparência. Se não for assim, os possíveis clientes podem nem querer entrar no seu estabelecimento. Além disso, outra dica é se atentar a limpeza, organização e, por incrível que pareça, a vitrine da sua padaria, pois ela pode servir de ímã para atrair os clientes.

 

Alimentos funcionais

Esses alimentos são aqueles que tem ingredientes benéficos à saúde e ao nosso organismo, como a preocupação com uma dieta balanceada e nutritiva está cada vez maior, a busca por esses alimentos cresceu. São compostos dos alimentos funcionais:

 

  • Ácidos graxos – presente em peixes;
  • Probióticos – presente no leite, na banana e em cereais;
  • Fibras – encontrado em cereais, leguminosas e casca de frutas;

Outra dica legal é investir em doces funcionais, pode ser um verdadeiro diferencial para a sua padaria.

 

Responsabilidade social

O consumidor está cada vez mais se preocupando com a origem do seu consumo e se o estabelecimento promove ações que visam a igualdade social. Alguns exemplos para ficar atento na sua empresa são:

  • Compromisso ético e social com o crescimento da sociedade economicamente;
  • Ética com os colaboradores;
  • Estratégias que beneficiem os fornecedores;
  • Responsabilidade com o meio ambiente e sustentabilidade;

 

Inovação de produtos

Lembre-se que inovar não é sinônimo de perder a essência, ok? Inovar tem a ver com utilizar novas tecnologias para melhorar o seu produto. Além disso, a inovação se mostra cada vez mais um fator indispensável na hora do consumidor decidir a compra, afinal, o que você prefere comprar: algo novo, que você nunca experimentou e está bombando, ou algo que todo mundo já conhece e não é nenhuma novidade?

Bom, é graças às novas tecnologias e às redes sociais que os clientes têm acesso às novidades do mundo inteiro e, consequentemente, priorizam comprar de quem segue as tendências.

Outra dica legal, é estar atento às inovações de equipamento – isso vale principalmente para padarias artesanais, que podem utilizar de máquinas como estufas de fermentação, para padronizar a qualidade do pão –, com balanças mais precisas e fornos eficientes. Ainda, existem formas de inovar produtos já conhecidos, como transformar o famoso pão francês em sem glúten, sem lactose, vegano, baixo em carboidrato, etc. Como já foi dito anteriormente, esses pães mais “saudáveis” e com ingredientes funcionais estão sendo cada vez mais procurados pelo público.

 

Simplificação de rótulos

Isso diz respeito a manter as etiquetas e legendas nutricionais curtas com uma linguagem bem acessível, buscando colocar ingredientes muito conhecidos, já que é um jeito de facilitar a leitura de consumidores de todas as formações acadêmicas e classes sociais, para que todos entendam o que estão consumindo.

De forma prática, se seu produto contém ingredientes com termos científicos, estes seriam reduzidos a “contém aditivos químicos” ou “contêm aromatizantes industriais”. Claro que ler isso no rótulo de um produto pode assustar um pouco o consumidor, certo? É justamente por isso que, junto com esse conceito, a ideia de priorizar ingredientes naturais vem crescendo cada vez mais.

Com isso, a dica é que, quando você for montar suas receitas e comprar produtos de revenda, atente-se ao rótulo e aos ingredientes, o consumidor está cada vez mais atento a isso.

 

Dicas

Com as redes sociais, as empresas vêm apostando cada vez mais em um conteúdo educativo para captar os clientes e fidelizá-los. Umas das formas de fazer isso é dar dicas saudáveis na sua página do Instagram, alguns dos conteúdos que você pode trabalhar são:

  • Receitas saudáveis para o lanche da tarde;
  • Substituições inteligentes;
  • Como manter um equilíbrio na rotina alimentar;
  • Receitas de bolo que aquecem a alma;
  • Como implementar o pão proteico na sua rotina;

 

Delivery

Essa tendência é 100% fruto da pandemia, afinal, por causa dela, o serviço de delivery cresceu muito e se tonou essencial para um negócio. Com isso, você consegue ampliar o seu público para bairros mais distantes, mas como implementar o delivery? Bom, você pode criar a sua própria plataforma ou site para isso ou se cadastrar em algumas das plataformas já disponíveis.

É claro que, para adotar esse serviço, você precisa estar atento à organização da sua produção e as suas embalagens, para garantir a qualidade do produto no delivery. Lembre-se sempre que a pessoa que pede essa entrega quer conforto e praticidade, não ter que se preocupar se o pedido vai chegar inteiro.

Para isso, organize sua produção para que as entregas não demorem e tenha embalagens que conservem o produto. Se ele é frito, que chegue crocante; se é gelado, que não chegue quente, e por aí vai. Caso contrário, o consumidor que teve uma experiência ruim te dará uma avaliação negativa e isso é muito perigoso, pois pode prejudicar muito seu negócio.

FONTE: Universidade da Farinha

20 de Janeiro de 2022

Compartilhar

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.


Concordo